ANSIEDADE, MITOS E VERDADES

ansiedadeHoje em dia a competitividade e pressão em busca de posições e cargos profissionais, crescimento acadêmico, e vários medos de ficarmos para trás em um mundo que muda constantemente e velozmente, faz com que todos nós, sem exceção, fiquemos ansiosos.

É interessante notar, que a ansiedade pode surgir de duas situações bem distintas: Algo muito bom que acontecerá, ou algo muito complicado, ou de certa forma, ruim. Por exemplo, dívidas, falta de emprego e segurança, preocupações com a saúde, preocupações com familiares, fazem com que cada vez mais pessoas sintam-se sufocadas e prestes a explodir, e essas situações de certo modo são bem ruins.

Porém imagine-se prestes a uma entrevista do emprego dos seus sonhos, ou uma oportunidade muito boa que você tem e que não pode deixar escapar. A ansiedade também pode surgir e estragar tudo nesses momentos que são considerados bons.

Mas a ansiedade em si não é prejudicial. Em alguns casos, ela pode ser até benéfica. O problema começa quando não controlamos a ansiedade, e acabamos deixando ela tomar conta de nós, de nossas ações e atitudes.

Reconhecer se a ansiedade já tomou conta de nós, é o primeiro passo para analisarmos se ela se tornará um problema ou uma doença séria.

Segundo alguns pesquisadores, para sabermos se a nossa ansiedade é normal ou se já é considerada uma doença, devemos analisar a intensidade e frequência com que ela ocorre, a duração dela antes e depois do evento que pode nos levar a ficar ansiosos, e se ela interfere em nossa vida social ou profissional.

A ansiedade considerada prejudicial, é aquela que interfere em tal ponto, causando paralisia nas suas ações e palavras, trazendo assim prejuízos à pessoa, pois impede que ela se prepare ou aja conforme preparado na determinada situação.

Hoje em dia, apesar de ser muito difícil para algumas pessoas, é muito importante que as emoções sejam controladas, senão realmente enlouquecemos de vez. Ter auto controle é cada vez mais um esforço mental muito grande e que prejudica exclusivamente a pessoa que está nessa situação.
A ansiedade pode trazer alguns sintomas bem peculiares, como perda do sono, perda da fome, roer de unhas, raiva, falta de paciência, e a sensação de que tudo ao seu redor, até mesmo o som de um carro lá na esquina, está perturbando você. Pode até mesmo causar problemas de saúde mais sérios, fazendo-nos comer demais ou de menos, dormir demais ou de menos, causar urticária, que nem mesmo up skin creme facial resolve, etc..

Mas o que fazer então para não ficar ansioso, ou então diminuir a ansiedade?

1 – Sim e Não

A primeira coisa bem importante para se seguir é: Diminua suas expectativas sobre os acontecimentos, e se prepare para resultados negativos e positivos. Essa é a pior parte da ansiedade para alguns. As vezes a expectativa é tão grande por um sim, que quando recebem um não, o seu mundo simplesmente acaba, e alguns podem chegar até a depressão. Portanto, calma! Saiba que a vida é cheia de oportunidades, e que se não for dessa vez, será na próxima. E se deu tudo certo, bate aquela sensação de que não valeu a pena ficar tão nervoso. Então mantenha a calma e siga a dica número 2!

2 – Ocupe a mente

Se tiver que esperar o resultado de uma entrevista de emprego por exemplo, não fique todo o tempo de espera, pensando exclusivamente no resultado! Continue com suas rotinas e atividades normalmente. Deixe o sofrimento para o momento do sofrimento. Não é necessário antecipar isso, ou até mesmo prolongar.

3 – Converse consigo mesmo

Ao fazer isso, você não estará sendo um louco. Muito pelo contrário. Repasse as situações em sua cabeça de uma maneira inteligente. Faça de conta que está prestes a seu patrão por exemplo, e imagine quais respostas ele possivelmente dará as suas perguntas, ou que perguntas ele possivelmente fará, e deixe meio que prontas suas respostas. Faça isso de maneira moderada e calma!

4 – Pense positivo!

Pensar positivo, é uma maneira muito eficiente de afastar a ansiedade. Pois se tudo dará certo, não há motivos, razões e nem circunstâncias para você ficar nervoso, não é? Permita o benefício da dúvida. As coisas não tem que dar errados sempre. Há 50 % de probabilidade de darem certo ou não darem certo. A ansiedade só vai pesar nos 50% negativos, fazendo com que ele se transforme em 100% ou mais. Então trabalhe com os 50% positivos e transforme eles em 100%!

5 – Se valorize!

Não caia no erro de achar que você não é bom o suficiente, ou que você não vai conseguir nada. Se foi a uma entrevista de emprego e eles pediram pra você esperar a resposta, pensar que não vai conseguir seria uma bobagem. Se você sabe que não vai conseguir, porque foi a entrevista então? Pense positivo! Você tem qualidades, você já conquistou coisas em sua vida que foram difíceis! Portanto, acredite em você e evite pessoas que so pensam negativamente!

6 – Alimente-se bem

Muitos não sabem quanta diferença faz uma boa alimentação para combater a ansiedade. Sempre que estiver ansioso, ou for realizar uma atividade que o deixará nervoso, se alimente com coisas leves! Maças, sanduíches naturais, sucos artificiais, são as melhores opções. Evite alimentos pesados e que possa causar algum problema estomacal.

7 – Ajuda de psicólogo

Se não tiver jeito, e nenhum desses pontos abordados aqui foi suficiente para diminuir sua ansiedade, procure então ajuda profissional. Um bom psicólogo, pode resolver seu problema de ansiedade e fazer com que você a controle.

A ansiedade pode ser controlada, mas isso não é algo fácil e nem tampouco algo rápido. Lembre-se sempre desses pontos citados e saiba que qualquer coisa que você for enfrentar de ruim, ou algo bom que for receber, você conseguirá realizar da melhor maneira possível. Apenas acredite em você!